ATENDIMENTO AO CIDADÃO

MPPA realiza projeto "Educação entre pares", em parceria com Seduc e Unicef

O projeto visa a capacitação e formação de jovens estagiários de nível médio, para a transformação social por meio do protagonismo infantojuvenil.
Belém 23/11/21 09:30

 

Descrição da imagem: foto colorida de 16 pessoas, que estão em pé, posando para a câmera. Todos estão em pé e usam máscaras. A sala possui paredes beges e teto branco, ao fundo, há três quadros na parede atrás das pessoas.

Nesta segunda-feira, 22, ocorreu o primeiro módulo do Projeto “Educação entre Pares”, para a formação de jovens estagiários de nível médio. O projeto é uma parceria entre o Ministério Público do Estado do Pará, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), firmada por meio do Termo de Cooperação n.º 003/2021. A capacitação seguirá até o dia 25 de novembro, sendo realizada na Sala Multiuso dos Centros de Apoio Operacional.

No projeto serão trabalhados temas como: Educomunicação; Arte, Cultura e Mobilização Cultural; Identidade, Grupalização e Diversidade Étnico Racial e Protagonismo Juvenil, Participação e Controle Social de Políticas Públicas no Exercício da Cidadania, que serão ministrados através da expertise do UNICEF, por meio da facilitadora Kassya Fernandes, Consultora para a Resposta Humanitária da migração, e pelos professores voluntários da SEDUC, Francisco Batista, Lilia Melo e Ivete Brabo. 

 

Programação do Projeto
Programação do Projeto "Educação entre pares"
Foto: MPPA

As atividades realizadas no dia 22, foram ministradas pela representante do UNICEF, Kassya Fernandes, e tiveram o objetivo de: “Nessa primeira oficina, procuramos apresentar a comunicação como um direito, fomentador dos processos de participação e como a educomunicação pode apoiar na construção de oficinas mais abertas, multimídia, interdisciplinares e interculturais. E aproveitamos para fazer um exercício onde eles apresentaram como mobilizariam a escola em torno de alguma demanda ou tema social”.

Na atividade, os estagiários produziram material gráfico informativo, visando incentivar a frequência escolar, combater todas as formas de preconceito e estimular a liderança juvenil para garantir a qualidade das instalações das escolas e da merenda escolar. 

A capacitação recebeu retornos positivos. O professor Denilson França, da EEEFM Cônego Batista Campos – Cabanagem, parabenizou a organização pelo conteúdo apresentado nas palestras, informou que é voluntário do projeto e que acredita na transformação do cidadão através do protagonismo infantojuvenil.

Já a estagiária Kelyane Silva, classificou como muito importante o conteúdo da capacitação, externando que após a realização das atividades, melhorou a sua forma de se comunicar, principalmente, por se considerar uma pessoa tímida. 

Ao todo, serão capacitados 10 (dez) professores e 10 (estagiários), que serão multiplicadores nas escolar originárias e incentivadores do protagonismo infantojuvenil.

 

Texto: CAOIJ, com edição da Ascom MPPA.

 

Fale Conosco

ATENDIMENTO AO CIDADÃO