ATENDIMENTO AO CIDADÃO

MPPA promove o evento “Diálogos com a rede: fortalecendo o sistema de garantia de direitos do município de Cametá”

Na oportunidade foi discutido o panorama da rede de atendimento local
Cametá 29/11/21 16:40

Descrição da imagem: na foto aparece a mesa de abertura do evento, composta por seis pessoas, todas estão sentadas atrás da mesa, em cima do palco. Todos usam máscaras


Na última semana, nos dias 25 e 26 de novembro, a Promotoria de Justiça de Cametá, através do Promotor de Justiça Isaac Sacramento, em parceria com o Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude (CAOIJ) e do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF), realizou o evento denominado “Diálogos com a rede: fortalecendo o sistema de garantia de direitos do município de Cametá”, no Auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed), em Cametá, que contou com a aproximadamente 125 participantes.

A iniciativa buscou realizar um panorama da Rede de Atendimento local. Bem como, fomentar o fortalecimento e a criação de fluxo interinstitucional de atendimento, visando incentivar a criação de um banco de dados. As informações coletadas, servirão para direcionar as principais ações a serem realizadas e para elaboração da política pública infantojuvenil.

A mesa de abertura foi composta pela Coordenadora do CAOIJ, Mônica Freire, pelo promotor de Justiça Isaac Sacramento da Silva, pela Secretária de Educação de Cametá, Patrícia do Socorro B. Medeiros, pela Secretária adjunta da Secretaria de Assistência e Promoção Social de Cametá, Sarah Maria Sassim da Silva, pelo Procurador do Município, Venino Pantoja Tourão Jr e pela Presidente do Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente, Maria Gorete da Veiga Alves.

Palestras durante o evento
Palestras durante o evento "diálogos com a rede"
Foto: PJ Cametá

Descrição da imagem: a imagem é composta por duas fotos, do lado esquerdo aparece a promotora Mônica Freire, falando ao microfone, de frente para o público, durante a sua palestra. Ao lado direito aparece uma foto do momento em que a promotora Priscila Costa está falando, de pé, ao lado de um telão com uma apresentação de slides

Os integrantes da mesa parabenizaram a iniciativa do Ministério Público do Estado, pontuando, que momentos como esse engrandecem o trabalho desenvolvido pela rede local, assim como, estimula ação conjunta de todas as instituições envolvidas e da sociedade, para garantir a proteção integral ao público infantojuvenil.

A primeira palestra teve como Tema: “A infância e a juventude: proteção concebida pela rede”, realizada pela promotora de justiça auxiliar do CAOIJ, Priscila Tereza de Araújo Costa, em seguida, foram realizadas mais duas palestras: “O papel do Ministério Público na rede de proteção - a importância do trabalho em rede”, proferida pelo promotor Isaac Sacramento e a “Lei 13.431 - Escuta e integração no atendimento às crianças e adolescentes vítima e testemunha de violência”, feita pela promotora Mônica Freire.

Após o intervalo, os trabalhos tiveram continuidade, com as palestras realizadas pelas técnicas do CAO Técnico intituladas: a “Atuação da Rede de Atenção Psicossocial - dispositivos e atribuições, que teve como palestrante a Psicóloga, Kátia Jordy Figueiredo, “Rede: Otimizando os serviços socioassistenciais - a importância da rede socioassistencial”, ministrada pela Assistente Social, a Sra. Maria de Lurdes de Carvalho Soares Almeida  e finalizando o dia de atividades, a “Rede: A escola também é rede” realizada pela Pedagoga, Diana Barbosa Gomes Braga.

No segundo dia de evento, foram realizadas oficinas, na escola ENEF General Osório, sob responsabilidade dos promotores de justiça Mônica Rei Moreira Freire, Priscila Tereza de Araújo Costa e Isaac Sacramento, bem como das técnicas do CAO Técnico Diana Barbosa Gomes Braga, Maria de Lurdes de Carvalho Soares Almeida e Katia Jordy Figueiredo.

Palestras do evento
Palestras do evento "diálogos com a rede"
Foto: PJ Cametá

Descrição da imagem: a imagem é composta por quatro fotos, todas em momentos de palestra, ao lado de uma apresentação de slides, no canto superior esquerdo aparece o promotor Isaac Sacramento, na parte inferior esquerda, está a psicóloga Katia Jordy. Ao lado direito, no canto superior, está a técnica Diana Braga e na parte inferior, a técnica Maria de Lurdes Almeida.  

As oficinas intituladas "Tecendo a rede a partir de um estudo de caso", foram realizadas simultaneamente, por todos os integrantes da rede presentes, em ambientes separados, cada uma sob direção de um promotor de justiça e um técnico do MPPA, em grupos compostos de 35 participantes cada. A atividade, buscou fomentar o debate entre os aparelhos da Rede de Atendimento, de forma a incentivar o trabalho integrado e a identificações de papeis, facilitando o fluxo de atendimento, bem como, buscando sempre, as melhores soluções.

Ao final dos dois dias de atividades, os atores da Rede de Atendimento agradeceram a realização do evento, “Agradecemos e parabenizamos a articulação do Ministério Público no evento, um momento valoroso e oportuno a todos os agentes da rede comprometidos na Proteção Integral das Crianças e Adolescentes de nosso município. Que mais momentos de diálogos e alinhamentos de fluxos possam ser realizados e que cada vez mais estratégias de enfrentamento a violações de direitos possam ser articuladas” afirmou Diely Nunes, coordenadora do CREAS Cametá.

Já o membro do Conselho Tutelar, Afonso Leão registrou que “Venho aqui agradecer pelo excelente e enriquecedor evento, com toda rede de garantia de direitos da infância e adolescência. Nos trouxe grandes aprendizados e papel de cada um na garantia dos direitos. Agora é colocar em prática, tudo que aprendemos”.

Público do evento
Público do evento "diálogos com a rede"
Foto: PJ Cametá

Descrição da imagem: a imagem é composta por duas fotos, ao lado esquerdo uma foto do público de costas, todos sentados em direção ao palco e do lado direito uma foto do público de frente. 


A sociedade também se fez presente por meio da Pastoral da Criança e dos representantes dos Projetos Sociais Vida e da Matinha, o coordenador do Projeto Vida, Kleber Braz agradeceu o “privilégio de participar desse evento e espero a união de todos no fortalecimento da Rede de Proteção, agora estamos mais cientes de nossos direitos e deveres perante a criança e adolescentes, defenderemos com mais convicção esses direitos com o devido amparo de nossas autoridades”

Assim, foram dias de trabalho com resultados eficientes para integração do Ministério Público, com a Rede de atendimento e a sociedade civil. Uma oportunidade de discutir ações direcionadas à crianças e adolescentes do município de Cametá, bem como, nas definições de atribuições dos responsáveis pelos atendimentos locais realizados, buscando sempre o melhor interesse da criança, garantido a proteção integral disciplinada na Constituição Federal.

Texto: PJ de Cametá e CAOIJ, com edição da Assessoria de Comunicação 

 

Fale Conosco

ATENDIMENTO AO CIDADÃO